Hora de Adoração pela santificação dos sacerdotes



SOLENIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

ADORAÇÃO

Animador: Jesus manso e humilde de Coração! 
Todos: Fazei o nosso coração semelhante ao vosso! 
Animador: Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! 
Todos: Como era no princípio agora e sempre. Amém! 

Animador: Estimados irmãos e irmãs. Estamos diante do Santíssimo Sacramento. Estamos na presença de Deus. Iniciamos esta hora santa invocando a Santíssima Trindade... Em nome do Pai.... 

Animador: Graças e louvores sejam dados a todo momento! 
Todos: Ao santíssimo e diviníssimo Sacramento! 
Repete por 3 vezes. Depois momento de silêncio e contemplação! 

Animador: Peçamos ao Espírito Santo para que nos conduza até o coração de Jesus e transforme o nosso coração para que seja cada dia mais semelhante ao dele. 

Canto: CONHEÇO UM CORAÇÃO 

1 - Conheço um coração tão manso, humilde e sereno. Que louva ao Pai por revelar Seu Nome aos pequenos. Que tem o Dom de amar, que sabe perdoar, e deu a vida para nos salvar! 

REF.: Jesus, manda Teu Espírito, para transformar meu coração (2x) 

2 - Às vezes no meu peito bate um coração de pedra. Magoado, frio, sem vida, aqui dentro ele me aperta. Não quer saber de amar, nem sabe perdoar, quer tudo e não sabe partilhar. 

3 - Lava, purifica e restaura-me de novo. Serás o nosso Deus e nós seremos o Seu povo. Derrama sobre nós, a água do amor, o Espírito de Deus nosso Senhor! 

Animador: Jesus ao aparecer à Santa Margarida Maria Alacoque (27/12/1673), com Seu Coração transpassado pela espada, disse: “Eis o coração que tanto tem amado os homens e em recompensa não recebe da maior parte deles, senão ingratidões pelas irreverências e sacrilégios, friezas e desprezos que tem por mim nesse sacramento do Amor. E continuou dizendo: Prometo-te pela minha excessiva misericórdia, a todos que comungarem nas primeiras sextas de nove meses consecutivos, a graça da penitência final. Estes não morrerão em minha inimizade, nem sem receberem os sacramentos. O meu Sagrado Coração lhes será refugio seguro nessa última hora”. 

Momento de silêncio. 

Animador: Vamos ouvir a Palavra de Deus. Mostrando nossa prontidão em ouvi-la, coloquemo-nos em pé: (Pode-se cantar um refrão para aclamação). 

Leitor: (João 13,2-15) "Durante a ceia, - quando o demônio já tinha lançado no coração de Judas, filho de Simão Iscariotes, o propósito de traí-lo -, sabendo Jesus que o Pai tudo lhe dera nas mãos, e que saíra de Deus e para Deus voltava, levantou-se da mesa, depôs as suas vestes e, pegando duma toalha, cingiu-se com ela. Em seguida, deitou água numa bacia e começou a lavar os pés dos discípulos e a enxugá-los com a toalha com que estava cingido. Chegou a Simão Pedro. Mas Pedro lhe disse: Senhor, queres lavar-me os pés!... Respondeu-lhe Jesus: O que faço não compreendes agora, mas compreendê-lo-ás em breve. Disse-lhe Pedro: Jamais me lavarás os pés!... Respondeu-lhe Jesus: Se eu não tos lavar, não terás parte comigo. Exclamou então Simão Pedro: Senhor, não somente os pés, mas também as mãos e a cabeça. Disse-lhe Jesus: Aquele que tomou banho não tem necessidade de lavar-se; está inteiramente puro. Ora, vós estais puros, mas nem todos!... Pois sabia quem o havia de trair; por isso, disse: Nem todos estais puros. Depois de lhes lavar os pés e tomar as suas vestes, sentou-se novamente à mesa e perguntou-lhes: Sabeis o que vos fiz? Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou. Logo, se eu, vosso Senhor e Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar-vos os pés uns aos outros. Dei-vos o exemplo para que, como eu vos fiz, assim façais também vós." 

Animador: Vamos silenciar o nosso coração e deixar que esta Palavra faça eco em nosso coração. Contemple Jesus presente na Eucaristia, essa riqueza tão grande. Jesus lavou os pés dos discípulos. Eu teria coragem desta mesma atitude? Ser discípulo é serviço. 

(Deixar momento de silêncio pois é importante escutar a Deus. Um silêncio orante e não distraído. Mantenha os olhos fixos em Jesus presente na Eucaristia). 

Animador: Neste hora santa vamos clamar a Jesus perdão pelos nossos pecados, pelos pecados das nossas famílias, da Igreja e de toda a humanidade. Pedir perdão pelas ofensas que diariamente são pronunciadas machucando o coração de Deus. Papa Francisco convocou este dia de oração pela santificação dos sacerdotes. Por isso ele se torna um dia ainda mais especial. Pois sem os sacerdotes não teríamos a Eucaristia e sem a Eucaristia não haveria Igreja e nem sacerdotes. Aqueles que recebem o dom de consagrar, pela ação e força do Espírito Santo, alimentam-se com o próprio pão do céu que os sustenta na fraqueza e nas dificuldades. 

Leitor: O Prefeito da Congregação para o Clero, Cardeal Beniamino Stella, assim falou em seus pronunciamento: “Na dinâmica da vocação sacerdotal existe este paradoxo, bem visível no chamado dos apóstolos por parte do Senhor: quem é chamado nunca é um perfeito ou uma pessoa que tenha dons extraordinários, mas pelo contrário, Jesus se detém na margem do mar para dirigir-se a alguns simples pescadores e, pouco depois, a um cobrador de impostos. Um padre ou um bispo experimentam isto durante toda a sua vida; sentem que a exigência da missão a eles confiada é levada em frente porque a misericórdia de Deus vem em auxílio a sua fraqueza e às suas fragilidades; aprendem, a cada dia, a serem apóstolos, não por méritos pessoais, mas porque foram escolhidos pelo Senhor, que os chamou e os enviou. Os dois aspectos – ser pecadores e ser pescadores de homens, enviados a proclamar o Evangelho – não somente convivem bem, mas são também uma garantia para a nossa santificação: se tudo dependesse da nossa perfeição, logo nos esqueceríamos de Deus e nos tornaríamos soberbos. Há poucos dias, em uma homilia na Santa Marta, o Papa disse que não devemos maquiar-nos para parecer “vasos de ouro”, mas pelo contrário, devemos aceitar sermos “vasos de barro”; somente assim o oleiro, que é Deus, nos modela com amor e permite que, mesmo dentro de nossa fraqueza, resplandeça o tesouro do Evangelho, a ser levado ao mundo inteiro”. 

CANTO: Ninguém Te Ama Como Eu 

Tenho esperado este momento 
Tenho esperado que viesses a mim 
Tenho esperado que me fales 
Tenho esperado que estivesses assim 
Eu sei bem o que tens vivido 
Sei também que tens chorado 
Eu sei bem que tens sofrido 
Pois permaneço ao teu lado 

Ninguém te Ama como Eu 
Ninguém te Ama como Eu 
Olhe para a cruz, está é a minha grande prova 
Ninguém te Ama como Eu 

Ninguém te Ama como Eu 
Ninguém te Ama como Eu 
Olhe para a cruz, foi por ti, porque Te amo 
Ninguém te Ama como Eu 

Eu sei bem o que me dizes 
Ainda que nunca me fales 
Eu sei bem o que tens sentido 
Ainda que nunca me reveles 
"Tenho andado ao teu lado 
Junto a ti permanecido 
Eu te levo em meus braços 
Pois sou teu melhor amigo." 

Animador: Estamos aqui rezando pela santificação dos sacerdotes. Pela santificação de toda a Igreja. É dever da comunidade ajudar os seus pastores a permanecerem firmes e fieis na caminhada. A oração é a principal ajuda que podemos oferecer, pois Deus realiza o que nós não podemos fazer. Espontaneamente rezemos a Ladainha do Sagrado Coração de Jesus. 

Senhor, tende piedade de nós. 
Jesus Cristo, tende piedade de nós. 
Senhor, tende piedade de nós. 
Jesus Cristo, ouvi-nos. 
Jesus Cristo, atendei-nos. 
Pai Celeste, que sois Deus, tende piedade de nós. 
Filho, Redentor do mundo, que sois Deus, tende piedade de nós. 
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós. 
Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós. 
Coração de Jesus, Filho do Pai eterno, tende piedade de nós. 
Coração de Jesus, formado pelo Espírito Santo no seio da Virgem Mãe, tende piedade de nós. 
Coração de Jesus, unido substancialmente ao Verbo de Deus, tende piedade de nós. 
Coração de Jesus, majestade infinita, tende piedade de nós. 
Coração de Jesus, templo santo de Deus, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, tabernáculo do Altíssimo, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, casa de Deus e porta do Céu, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, fornalha ardente de caridade, tende piedade de nós. 
Coração de Jesus, receptáculo de justiça e de amor, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, cheio de bondade e de amor, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, abismo de todas as virtudes, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, digníssimo de todo o louvor, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, Rei e centro de todos os corações, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, no qual estão todos os tesouros da sabedoria e ciência, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, no qual habita toda a plenitude da divindade, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, no qual o Pai põe todas as suas complacências, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, de cuja plenitude todos nós participamos, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, desejado desde toda a eternidade, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, paciente e de muita misericórdia, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, rico para todos que vos invocam, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, fonte de vida e santidade, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, propiciação por nossos pecados, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, saturado de opróbrios, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, esmagado de dor por causa dos nossos pecados, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, feito obediente até a morte, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, atravessado pela lança, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, fonte de toda a consolação, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, nossa vida e ressurreição, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, nossa paz e reconciliação, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, vítima dos pecadores, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, salvação dos que em vós esperam, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, esperança dos que morrem em vós, tende piedade de nós 
Coração de Jesus, delícias de todos os santos, tende piedade de nós 

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor. 
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos Senhor. 
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós. 

Jesus, manso e humilde de coração. Fazei nosso coração semelhante ao vosso. 

Oremos: Deus Onipotente e Eterno, olhai o Coração do vosso diletíssimo Filho e os louvores e reparações que pelos pecadores vos tem tributado; e aos que invocam vossa misericórdia, vós, aplacado, sede fácil no perdão, pelo mesmo Jesus Cristo que Convosco vive e reina para sempre, na unidade do Espírito Santo. Amém. 

Animador: Rezemos também com muita confiança o TERÇO DA MISERICÓRDIA. Deus é Pai e sempre está disposto a nos perdoar porque nos ama e quer seus filhos sempre perto de Si. Oferecemos este terço, Senhor, pelos pecados cometidos pelos sacerdotes. Dê a eles força para vencerem as tentações do inimigo que os quer afastar de Ti. Ajude-os a serem santos, manifestando a tua Misericórdia. 

Pai-Nosso… Ave-Maria… Creio… 

Nas contas do Pai-Nosso, reza-se: Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e Sangue, a Alma e Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e do mundo inteiro. 

Nas contas das Ave-Marias, reza-se: Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro. (10 vezes) 

Ao fim do terço, reza-se: Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro. 

CANTO: Glória a Jesus na Hóstia Santa 

1. Glória a Jesus na Hóstia santa,/ 
que se consagra sobre o altar,/ 
e aos nossos olhos se levanta/ 
para o Brasil abençoar. 

Que o santo Sacramento,/ 
que é o próprio Cristo Jesus,/ 
seja adorado e seja amado / 
nesta terra de santa Cruz. 

2. Glória a Jesus, Deus escondido que,/ 
vindo a nós na comunhão,/ 
purificado, enriquecido,/ 
deixa-nos sempre o coração. 

3. Glória a Jesus que ao rico,/ ao pobre 
se dá na hóstia em alimento,/ 
e faz do humilde e faz do nobre / 
um outro Cristo em tal momento. 

Animador: Rezemos juntos a Oração pela santificação dos sacerdotes, de Santa Teresinha do Menino Jesus: 

Ó Jesus, Sumo e Eterno Sacerdote, conservai os vossos sacerdotes sob a proteção do Vosso Coração Amabilíssimo, onde nada de mal lhes possa suceder. Conservai puros e desapegados dos bens da terra os seus corações, que foram selados com o caráter sublime do Vosso Glorioso Sacerdócio. Fazei-nos crer no seu amor e fidelidade para Convosco e preservai-os do contágio do mundo. Dai-lhes também, juntamente com o poder que têm de transubstanciar o pão e o vinho em Vosso Corpo e Sangue, o poder de transformar os corações dos homens. Abençoai os seus trabalhos com copiosos frutos e concedei-lhes um dia a coroa da vida eterna. Amém! 

Animador: Implorado uma vez mais a misericórdia de Deus sobre todos rezando juntos a ORAÇÃO PARA REPARAÇÃO

Meu Jesus, pão partido e sangue derramado, vítima na cruz, dom de amor do Pai para a nossa salvação. Ajuda-nos a oferecermos a nós mesmos, para sermos tuas testemunhas. Para sermos sinais de solidariedade e reparação na participação ao Teu corpo místico. Transforma nossas lágrimas e as fadigas de cada dia num canto de louvor e de ação de graças, na alegria profunda de pertencermos a Ti, almas na tua alma, corações no teu coração. Tudo para vivermos em ti como Evangelhos vivos. Acolhe o oferecimento deste nosso dia, unido à oblação de Cristo na Eucaristia em reparação pelos nossos pecados, em favor da Obra toda nascida do teu lado, para o bem da Igreja e do mundo inteiro. Em tuas mãos entrego minha vida, abandono-me a Ti e à Tua Divina providência para viver o disposto a tudo com grande fé. Amém! 

Animador: Peçamos ao Dono da Messe que continue chamando muitos para este serviço e ministério. Rezemos juntos a oração pelas vocações: 

Jesus Mestre Divino, que chamaste os apóstolos a vos seguirem, continuai a passar pelos nossos caminhos, pelas nossas famílias, pelas nossas escolas, e continuai a repetir o convite a muitos de nossos jovens. Dai coragem as pessoas convidadas, dai força para que vos sejam fiéis, como apóstolos leigos, como sacerdotes, como religiosos e religiosas, para o bem do Povo de Deus e de toda a humanidade. Amém. 

Tento sacerdote ou sendo comunitária segue a bênção como de costume. Caso esteja rezando individualmente ou sem a presença do mesmo, segue com a oração sem a bênção!

CANTO: Tão sublime sacramento 

Tão sublime sacramento,/ Adoremos neste altar, 
Pois o antigo testamento, / Deu ao novo seu lugar, 
Venha a fé por suplemento/ Os sentidos completar. 

Ao eterno pai cantemos/ E a Jesus o salvador, 
Ao espírito/ Exaltemos na trindade 
Eterno amor./ Ao Deus uno e trino 
Demos a alegria do louvor. Amém 

ATO DE LOUVOR 

- Bendito seja Deus. 
- Bendito seja o seu santo nome. 
- Bendito seja Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem. 
- Bendito seja o nome de Jesus. 
- Bendito seja o seu Sacratíssimo coração. 
- Bendito seja o seu preciosismo sangue. 
- Bendito seja Jesus no Santíssimo sacramento do altar. 
- Bendito seja o Espírito Santo Paráclito. 
- Bendita seja a grande mãe de Deus, Maria santíssima. 
- Bendita seja sua santa e imaculada conceição. 
- Bendita seja sua gloriosa assunção. 
- Bendito seja o nome de Maria, virgem e mãe. 
- Bendito seja são José, seu castíssimo esposo. 
- Bendito seja Deus, nos seus anjos e nos seus santos. 

Deus e Senhor nosso, protegei a vossa Igreja, dai-lhe santos pastores e dignos ministros. Derramai as vossas bênçãos sobre o nosso Santo Padre, o papa, sobre o nosso arcebispo, sobre o nosso pároco e todo o clero, sobre o chefe da nação e do Estado e sobre todas as pessoas constituídas em dignidade para que governem com justiça. Dai ao povo brasileiro paz constante e prosperidade completa. Favorecei com os efeitos contínuos de vossa bondade o Brasil, este arcebispado, a paróquia em que habitamos, cada um de nós em particular e todas as pessoas por quem somos obrigados a rezar ou que se recomendaram as nossas orações. Tende misericórdia das almas dos fiéis que padecem no purgatório. Dai-lhes, Senhor, o descanso e a luz eterna. 
Pai nosso... 
Ave Maria... 
Glória... 
Graças e louvores.... 
Glória ao Pai....

Conselho de Família - um jeito de servir

Mensalmente acontece a reunião com os membros do Conselho de Família do COV Nazaré. Atualmente fazem parte os casais Roberto e Roselene; Edi Carlos e Milva. Eles tem a missão de auxiliar os Religiosos na administração da casa e além do mais promover as vocações nos ambientes onde atuam.

Na reunião do mês de junho foi feita a avaliação da Festa Junina onde todos viram como muito positivo este evento que reuniu muitas famílias. Iniciou com a santa Missa e ainda teve danças, comidas típicas e o tradicional Casamento na Roça. Outros assuntos ainda foram tratados conforme pauta.

Agradecemos a estes casais que se dispõe em ajudar esta casa de formação com alegria e entusiasmo. Deus abençoe vossa disposição e generosidade!



Jovens peregrinos, caminhantes e sonhadores - Encontro em Ourém

Nos dias 10 e 11 de junho, Irmão Joandeson, Irmã Júlia, Irmã Letícia, Postulante Gabriel e Seminarista Denílson viajaram em missão para a comunidade Nossa Senhora do Carmo, no Rio Vermelho, Município de Ourém, onde foi realizado um encontro com jovens e visita aos familiares dos seminaristas Edgar, Denilson e Andrey, e aos familiares do Aspirante Célio que atualmente está na etapa de formação Aspirantado no Rio Grande do Sul.

Na oportunidade do encontro com os jovens, foi abordado o tema “como peregrinos, caminhantes e sonhadores” e debatido a dinâmica do caminho, com o objetivo de socializar, integrar os jovens e faze-los perceber a necessidade de assumir compromissos e crescer em grupo. Após a apresentação e formação sobre o tema do encontro, os jovens se dividiram em grupos, leram e debateram a história do “menino José” e as três fazes de sua vida: José criança, José adolescente, José adulto. Depois, com muita criatividade os jovens apresentaram em formato de encenação a história do "menino José!"

Na segunda parte do dia foi realizada uma pequena gincana com perguntas bíblicas e brincadeiras. Após este momento de descontração, foi realizado um momento de Adoração e celebração dando término a este dia de encontro.





























Missa Votiva e Sacramento da Confirmação

Na santa Missa votiva de São João Calábria do mês de junho foi refletido sobre o Sacramento da Confirmação. Contamos com a participação de Leigos Calabrianos, Irmãs Pobres Servas e Benfeitores. O presidente da santa Missa, Padre Hermes José Novakoski, realizou a catequese. acompanhemos alguns pontos.

O Sacramento da Confirmação é abordado no Catecismo da Igreja Católica - CIC - nos números 1285 a 1321. A Igreja propõe critérios para receber este Sacramento: o candidato à Confirmação que tiver atingido a idade da razão deve professar a fé, estar em estado de graça, ter a intenção de receber o sacramento e estar preparado para assumir sua função de discípulo e de testemunha de Cristo, na comunidade eclesial e nas ocupações temporais.

A Confirmação aperfeiçoa a graça batismal; é o sacramento que dá o Espírito Santo para enraizar-nos mais profundamente na filiação divina, incorporar-nos mais firmemente a Cristo, tornar mais sólida a nossa vinculação com a Igreja, associar-nos mais à sua missão e ajudar-nos a dar testemunho da fé cristã pela palavra, acompanhada das obras.

São João Calábria, ao falar deste Sacramento, diz: "A Crisma, que nos deu a maturidade de cristãos, nos fez soldados de Cristo". 

Em outra ocasião, refere-se aos Sacramentos como meio de vivermos mais perto de Deus: "Em relação às misérias que acompanham a nossa pobre vida, o Senhor nos deu os meios para libertar-nos delas: os santos Sacramentos, a sua palavra, o ensinamento e a orientação da Igreja. Se nós aproveitarmos como se deve desses meios de salvação, a fim de nos tornarmos melhores, seremos verdadeiros discípulos de Jesus Cristo, e assim irradiaremos ao nosso redor aquela luz cristã que atrairá muitos a seguir o nosso exemplo".

Finalizamos com esta belíssima expressão do Catecismo: "Lembra-te, portanto, de que recebeste o sinal espiritual, o Espírito de sabedoria e de inteligência, o Espírito de conselho e força, o Espírito de conhecimento e de piedade, o Espírito do santo temor, e conserva o que recebeste. Deus Pai te marcou com seu sinal, Cristo Senhor te confirmou e colocou em teu coração o penhor do Espírito".













Arraial COV Nazaré 2017

No sábado, dia três de junho, aconteceu o tradicional Arraial do COV Nazaré. Um palavra que pode resumir esta linda festa é FAMÍLIA. Foi, de fato, uma momento muito familiar. Todos os participantes sentiram-se em casa.

Iniciamos, como de costume, com a santa missa da Vigília da Solenidade de Pentecostes presidida pelo reitor da casa, Padre Hermes José Novakoski. O mesmo acolheu todos os presentes manifestando a importância deste momento e da proximidade de todos para com esta missão da Congregação. Iniciou a homilia com as palavras do final do Evangelho da Ascensão, onde Jesus diz: "Eis que estarei convosco todos os dias, até o fim" (Mt 28,20). "Não estamos sozinhos. Não podemos desanimar, pois é o próprio Senhor que caminha conosco. Ele nos anima, fortalece, encoraja", exortou o sacerdote. Continuou lembrando as palavras da Carta aos Romanos "o Espírito vem em socorro da nossa fraqueza" (8,26). "Isso deve nos confortar ainda mais, pois é o próprio Espírito Santo, o qual recebemos, anima a nossa vida e nos faz perseverar na fé".

Depois da santa missa, a festa continuou com a venda de comidas típicas a preços populares. Mais uma vez a providência foi muito generosa com as muitas doações que aconteceram. Os presentes espontaneamente dançaram e se divertiram manifestando sua alegria em estar conosco.

Finalmente o tão esperado Casamento na Roça preparado pelos Seminaristas e que anualmente traz novidades. Ao ser anunciado, ninguém ficou nas cadeiras. Todos rapidamente cercaram o espaço e acompanharam as trapalhadas com muitos e intermináveis risos. Coroando tudo isso, teve também a quadrilha maluca onde muitos puderam dançar junto com os artistas da peça.

Ainda houve bingo com prêmios doados pelos benfeitores e pela casa. Enfim, ficou em todos o gosto de quero mais e que venha logo 2018.

Nós do COV Nazaré, religiosos, seminaristas e Conselho de Família, agradecemos pela expressiva presença dos amigos e benfeitores; pelas doações e pelas pessoas que trabalharam muito para que o evento fosse sucesso. Aos que ajudaram na cozinha, distribuindo os alimentos, vendendo bingo, caixa, animação. Enfim, Deus abençoe a todos e que nos mantenha sempre mais unidos rezando pelas vocações, pelas famílias e pela santificação de toda a humanidade.





Vídeo: Jovens loucos por Jesus Cristo - COV Nazaré


Reunião DCC

No dia 28 de maio ocorreu no Centro de Orientação Vocacional Nossa Senhora de Nazaré a reunião mensal com a equipe do DCC - Despertar com Cristo. Programa Católico na Rádio Umari FM (87,5) aos sábados das sete às oito horas. 

Participaram da reunião o diretor, Pe. Hermes Novakoski, os Seminaristas Edgar e Francisco e também os voluntários Mauro, Silvana e Rafael. Depois da leitura da última ata. foi realizada a avaliação dos últimos programas e a programação para junho e julho onde teremos muitas festas religiosas. Continuaremos a falar sobre os Sacramentos realizando uma partilha e catequese com os ouvintes. Convidaremos também profissionais para falarem sobre saúde, em algumas áreas específicas.

O Programa tem muita audiência com a participação de ouvintes que pedem orações, músicas e mandam saudações a outros ouvintes, familiares e amigos. Espaço para divulgação da nossa fé e da programação da Paróquia Nossa Senhora de Nazaré.



Encontro dos Agentes Vocacionais

Domingo da Ascensão do Senhor foi dia de encontro dos Agentes Vocacionais. Como de costume o encontro aconteceu no COV - Centro de Orientação Vocacional Nossa Senhora de Nazaré às 19h. Depois da oração a Ir. Letícia (Pobre Serva da Divina Providência) conduziu uma dinâmica através da qual convidou o grupo a refletir sobre a importância de caminharmos sempre juntos nos fortalecendo a animando.

No segundo momento do encontro foi iniciado o trabalho de confecção do Regimento Interno dos Agentes Vocacionais que visa nortear o trabalho realizado. A primeira discussão foi nos grupos em que os Agentes estão divididos: Espiritualidade, Comunicação e Financeiro. Depois, plenária para esclarecimentos e considerações a serem feitas. Deus seja louvado por mais este passo que visa solidificar a missão dos Agentes Vocacionais.

Concluímos com a oração do Pai Nosso, bênção e celebração da vida do sr. José Antônio.