Matrimonio e vida, desafios atuais na América Latina, segundo Papa

CIDADE DO VATICANO / BOGOTÁ, terça-feira, 29 de março de 2011 (ZENIT.org) - A pastoral familiar é essencial para a evangelização da sociedade de hoje, razão pela qual a Igreja não deve poupar esforços neste campo.

É o que diz o Papa Bento XVI em sua mensagem divulgada hoje pela Santa Sé, tendo em vista o encontro de bispos responsáveis das Comissões Episcopais para a família e a vida, da América Latina e no Caribe, que está sendo realizado esta semana em Bogotá (Colômbia), promovido pelo CELAM e pelo Conselho Pontifício para a Família.

O Papa assinala que, "hoje, as famílias sofrem cada vez mais as adversidades provocadas pelas rápidas mudanças culturais, pela instabilidade social, imigração, pobreza, programas de educação que banalizam a sexualidade e por falsas ideologias".

"Nós não podemos permanecer indiferentes a estes desafios - exortou o Pontífice. Nenhum esforço, portanto, será inútil para promover o que contribua para que cada família, fundada na união indissolúvel entre um homem e uma mulher, realize a sua missão de ser célula viva da sociedade", na qual "a vida humana é acolhida e protegida, do seu início até seu fim natural".

A pastoral familiar, acrescentou, "tem um lugar de destaque na ação evangelizadora de cada uma das diversas Igrejas particulares, promovendo a cultura da vida e trabalhando para que os direitos das famílias sejam reconhecidos e respeitados".

Finalmente, pediu que a missão continental promovida em Aparecida sirva para "reavivar, nos amados países da América Latina e do Caribe, a pastoral matrimonial e familiar".

Para isso, indicou a necessidade de "incrementar a formação de todos aqueles que, de uma forma ou de outra, estão comprometidos na evangelização das famílias" e promover "a cooperação com todos os homens e mulheres de boa vontade, para continuar protegendo intensamente a vida humana, o casamento e a família em toda a região".

"A Igreja conta com os lares cristãos, convidando-os a ser um verdadeiro sujeito de evangelização e de apostolado, e a tomar consciência de sua valiosa missão no mundo", concluiu o Papa.

Em seu discurso, o cardeal Ennio Antonelli, presidente do Conselho Pontifício para a Família, salientou a importância de propor em cada paróquia famílias "exemplares", que vivam a fé com coerência, como um testemunho para a sociedade.

O encontro, que começou ontem, vai concluir na sexta-feira, 1º de abril.
Link do texto