Sumo Pontífice pede orações pelos sacerdotes

No início do mês de junho, dedicado pela Igreja ao Sagrado Coração de Jesus, o Papa Bento XVI pediu que o Apostolado da Oração dirigisse suas orações, de modo especial, aos sacerdotes, para que sejam testemunhas autênticas do amor de Deus. A proposta para junho está na carta pontifícia destinada ao Apostolado da Oração e seguida por quase 50 milhões de pessoas nos cinco continentes. Todos os meses, o Pontífice confia suas intenções ao grupo.

O Sumo Pontífice defendeu a fidelidade do sacerdócio a Deus, através do testemunho do amor do Pai aos demais. "Para que os sacerdotes, unidos ao Coração de Cristo, sejam sempre verdadeiras testemunhas do amor solícito e misericordioso de Deus", pede. O pedido foi feito após um ano de encerramento do Ano Sacerdotal, comemorado pela Igreja em 2010.

Bento XVI também falou sobre a necessidade de despertar vocações sacerdotais e missionárias. "Para que o Espírito Santo faça surgir em nossas comunidades numerosas vocações missionárias, dispostas a consagrar-se plenamente à difusão do Reino de Deus".