PALAVRAS DE SÃO JOÃO CALÁBRIA: ESTA É A HORA DA FÉ

O espetáculo de um mundo que se torna cada vez mais pagão, a propagação de teorias ateias e materialistas, o ataque contra tudo o que é sagrado, o desprezo das leis divinas, o afrouxamento da vida cristã mesmo naqueles que deveriam ir à frente com seu bom exemplo: tudo isso poderá levar, como consequência, a um enfraquecimento da fé também nos homens de bem. É nosso dever de cristãos reavivar esta fé, para que ela brilhe como um sol no céu de nossa alma, não só para nosso bem, mas também para o dos outros. Que a nossa fé seja, portanto, uma fé prática, operante; que não haja nenhum contraste entre a fé que professamos e o comportamento que adotamos. A fé deve traçar constantemente a norma de nossos atos, de nossos pensamentos e de nossas opiniões.

Na vida, nos negócios, no trabalho também deveria resplandecer a fé! Que é que somos obrigados a constatar, entretanto? Que não vivemos da fé e que somos escravos de nossos interesses. O "capital"da fé continua imobilizado ou, no máximo, é utilizado em raras ocasiões, quando se vai à Igreja, ou se assiste a uma função sagrada, ou se murmura alguma oração. É demasiado pouco! É demasiado fácil que também nós sejamos arrastados pelos costumes do mundo, pelo hábito e deixemos de viver o espírito da fé.

Já foram feitas tantas pregações, já foram impressos tantos livros e revistas; mas tudo isso é apenas a moldura do quadro. O que falta são os e: exemplos é que arrastam.

Palavras de São João Calábria - Livro: Retornemos ao Evangelho.