MISSÃO EVANGELIZADORA 2018

A Missão Evangelizadora realizada pelo COV Nazaré com o apoio do Conselho de Família e dos Agentes Vocacionais aconteceu no Domingo, dia 17 de junho na Comunidade Sagrada Família na Colônia Nova, Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Município de Garrafão do Norte PA. A comunidade fica à 40 quilômetros da cidade e 260 quilômetros de Marituba.

O momento foi antecedido de uma Adoração na capela do COV Nazaré realizada na quinta-feira, para preparar os missionários que com a bênção de Senhor foram enviados em missão.

Chegamos cedo na comunidade e fomos acolhidos pela família do senhor Raimundo com um delicioso café. Em seguida realizamos as visitas em todas as sessenta famílias da comunidade onde entregamos o KIT CATÓLICO que constava do livro SOU CATÓLICO, vivo minha fé da CNBB, dois terços, folheto da novena Mãos Ensanguentadas, Coroazinha da Divina Providência e Terço da Misericórdia, além de outros materiais devocionais. Estes Kits foram apoiados pelos Agentes e Benfeitores do Projeto Amigos das Vocações. Pe. Hermes ficou a disposição dos fieis que desejavam se aproximar do Sacramento da Confissão. Depois realizou visita aos enfermos.

Neste ano foram confeccionadas e entregues vinte cestas básicas para as famílias mais carentes. Estas cestas foram apoiadas pelos Agentes Vocacionais, pelo COV, voluntários e a PJ da Paróquia N. Sra. de Nazaré de Marituba que doou parte da coleta realizada na gincana.

Terminamos o momento com a santa missa às 11:15 da manhã onde participaram um grande número de pessoas da comunidade deixando a igreja lotada e pessoas na parte externa. Famílias inteiras participaram deste ato de fé, manifestando a vivacidade da nossa Igreja. Na homilia o Pe. Hermes, presidente da santa Missa, falou da importância da oração e de conhecer e amar sempre mais a Igreja. Nela encontramos a plenitude das graças derramadas por Deus e que nos conduzem a salvação.

Os participantes da missão sentiram-se também evangelizados pelo modo simples e a vivacidade com que as pessoas manifestam sua fé. Muitas, mesmo sofrendo, continuam animadas na sua caminhada. Acompanhemos alguns depoimentos:

“Só temos que agradecer a Deus e a vocês por nos proporcionar e vivenciar esta linda experiência de amor ao próximo com o que temos de mais importante que é o nosso SENHOR JESUS CRISTO. Tudo isso que vivemos iremos levar para sempre em nossas vidas como aprendizado e testemunho para honra e glória do Senhor. Nada pagaria tudo isso, mas sei que o SENHOR JESUS está muito feliz e que venham outros momentos maravilhosos que possamos nos doar cada vez mais pelo Reino de Deus. Amamos!” (Roseane de Santana Barros – Benfeitora e Agente Vocacional).


“Participar da missão mais uma vez foi um grande aprendizado onde somos chamados a deixar nosso comodismo e sair de si a entrar na realidade dos outros. A cada missão somos surpreendidos e fortalecidos. Brotaram sentimentos de AMOR, gratidão por estar aí e sentir o amor de Deus. Foi bom porque fizemos acontecer o pedido do nosso Papa de ter uma Igreja em saída indo ao encontro dos que mais precisam. Toda pessoa batizada recebe o chamado de ser discípulos missionários de jesus. Por isso estou aqui”. (Raquel Sarmento - Benfeitora e Agente Vocacional). 

“Gratidão por poder mais uma vez participar. Mais uma vez refletimos o texto que falava sobre o Amor. Nada melhor do que sentir o amor de Deus por nós. E o quanto temos que nos doar ao serviço da igreja amando o próximo. Refletir o Amor de Deus por mim e o quanto me deixo afastar pelas coisas do mundo, foi bom de mais. E Deus falou exatamente assim: minha filha eu estou aqui. Você que está longe de mim. Deus não nós abandona, nós que não percebemos, que deixamos tudo vim em primeiro lugar. Enquanto coloco desculpa pra não ir na missa, ou em outro encontro da igreja. Existe pessoas que queriam poder ter esse privilégio e não é possível. E mais uma vez o Padre Hermes em sua homilia destacou a importância da oração. A importância da família. Estas palavras inda ecoam em minha mente. Mais uma vez saio evangelizada. Que eu possa ser sempre Evangelho vivo” Milva Dutra – Benfeitora, Agente Vocacional e membro do Conselho de Família).

“A missão é uma atitude de amor ao próximo, como se fosse retribuir a Deus o que ele nos da todos os dias, sendo que brota cada vez mais a caridade dentro de nós. É bom poder se doar mais, mesmo sabendo que não conseguimos mudar muito, mais ficou a semente dentro de nossos corações. Também agradeço a Deus por existir em nossa vida o COV e o padre Hermes, pois só assim podemos descobrir esses sentimentos. Com certeza estamos disponível para a próxima missão” (Roselene – Benfeitora, Agente Vocacional e membro do Conselho de Família). 

“Pra mim foi tudo de bom. Aprendi com eles mais do que passeei pra eles; por exemplo não reclamar sem necessidade; temos tudo e sempre estamos reclamando de alguma coisa. Eles têm tão pouco, uma vida tão difícil, um trabalho pesado e alguns dos que visitamos não tem nem aonde descansar direito ao chegar do trabalho. Voltei triste das últimas casas que visitamos em ver tanta pobreza, mais também muito feliz em ver o tamanho da fé deles.” (Cláudia Fonseca – Agente Vocacional). 

“A missão foi muito gratificante, através dela pude saber o verdadeiro sentido de ser cristão, comprometendo-nos com o amor e a solidariedade, anunciando a vida em Jesus” (Marcelo – Vocacionado). 

“O sentimento que brotou em mim, nesta missão foi o amor! O amor ao próximo, ao ver a carência de algumas pessoas. Pessoas famintas da Palavra de Deus. Sentimento de gratidão por ter participado, porque renovou minha fé” (Thiago Blanco – Vocacionado).



“Esta missão foi para nós mais uma vez um encontro com o próprio Cristo. Partilhar da Palavra de Deus nos motiva e ensina a prática da caridade compreendendo que somos todos irmãos. Muitos de nossos irmãos, apesar da situação vivida por serem quase ou totalmente esquecidos pelas autoridades e terem tão pouco para viver uma vida digna, são acolhedores e dispostos a ouvir a Palavra de Deus. Nossos sentimentos são de sairmos de nossa zona de conforto e termos mais compromisso com o serviço de Deus. Somos chamados a irmos mais vezes e levar, mais que uma cesta básica e uma breve palavra, assumir um compromisso tomando suas dores e fazer algo que os tire daquela situação tão desprovida de tudo, ouvindo e fazendo algo a mais pelos nosso irmãos; tornando-nos assim, verdadeiros missionários. Agradecemos ao nosso Deus Providente que nos enviou nesta missão e as orientações e companhias que recebemos do Pe. Hermes, Irmão Joandeson, seminaristas e dos Agentes Vocacionais. Vimos quanta importância é dada a essa missão pelos que fazem parte do COV e quanto é lindo seus serviços pois nosso papel não é somente de Evangelizar mas também de despertar vocações. Parabéns e muita gratidão por fazer parte dessa família” (Edina Sousa – Benfeitora e Agente Vocacional)